Pular para o conteúdo
Voltar

Conselho Fiscal elege representante dos segurados como presidente

Órgão é responsável pela fiscalização do MTPrev que tem a finalidade de assegurar cumprimento das normas, e opinar sobre assuntos financeiros e econômicos da autarquia.
Lorena Bruschi e Alline Barros | Secom-MT | MTPrev

O papel do conselho será auxiliar no cumprimento das normas pela previdência estadual - Foto por: Assessoria MTPREV
O papel do conselho será auxiliar no cumprimento das normas pela previdência estadual
A | A

O Conselho Fiscal da Previdência elegeu nesta terça-feira (07) como presidente Marcelo Correia, representante dos segurados do Executivo. Na ocasião, o presidente do Mato Grosso Previdência, Elliton Souza, deu posse para novos conselheiros e suplentes que trabalharão na Comissão pelos próximos dois anos.

Conforme o conselheiro, o papel do Conselho Fiscal será auxiliar no cumprimento das normas pela previdência estadual, e ainda, atuar na transparência, tanto para o segurado, quanto ao poder Executivo. “Vamos buscar alternativas conjuntas ao Conselho de Administração, visando o equilíbrio fiscal e financeiro”, afirmou Correia na reunião.

Foram nomeados para fazer parte do Conselho Fiscal do MT Prev Maria Luziane Ribeiro, representante da Defensoria Pública; Gideon Danni da Rosa, representante dos segurados da Assembleia Legislativa; Elisangela Artamann, representante dos segurados do Poder Judiciário; e Claire Vogel Dutra, representante do Ministério Público. Como suplente da vaga da Defensoria assume Gisele Chimatti Berna. Os nomes são indicados pelos poderes do Estado.

O presidente do MTPREV destacou que o Conselho Fiscal tem o papel preponderante de fiscalizar as contas e os atos de gestão, levando segurança para gestão da autarquia. “É fundamental que o Conselho Fiscal venha atuar de forma permanente para que a gente possa ter essa segurança e o Conselho de Previdência também tenha segurança na aprovação dos temas que sejam levados a eles”, afirmou Elliton.

O Conselho Fiscal é o órgão de fiscalização do MTPrev, tendo por finalidade assegurar cumprimento das normas aplicáveis ao Regime Próprio de Previdência Social do Estado de Mato Grosso. Uma de suas competências é opinar sobre assuntos de natureza econômico-financeira e contábil que lhe sejam submetidos pelo Conselho de Previdência ou pela Diretoria Executiva.